“Aparições de Nossa Senhora

 Rosa Mística no Brasil”

Notícias

Instituto das Irmãs Missionárias de Jesus Crucificado, na cidade de Campinas/SP, Irmã Amália e o Terço das Lágrimas de Sangue de Maria ensinado por Jesus e Nossa Senhora em uma Aparição No Instituto das Irmãs Missionárias de Jesus Crucificado cujo fundador foi o Exmo. Sr. Dom Francisco de Campos Barreto Bispo… Segredo revelado e Aparições da Virgem Maria: Beauraing (Bélgica), Guiai (Itália), Montichiari (Itália), Garabandal (Espanha), Akita (Japão), Medjugorje (Croácia), Kibeho (Ruanda)   Mensagens de Nossa Senhora Nosso Senhor e de São José (12/10/2004) São José dos Pinhais/PR Neste dia Nossa Senhora… As 15 Orações de Santa Brígida ensinadas por Nosso Senhor Jesus na Igreja de São Paulo, em Roma, Itália, e as graças prometidas por Nosso Senhor aos que as recitarem  Graças incontáveis Jesus prometeu a todos aqueles que recitarem estas orações durante um ano.                                  … Mensagem de Nossa Senhora para a Espanha – (30/10/2007) São José dos Pinhais/PR – Espanha: o teu passado também me feriu … Suas ruas abrigarão filhos correndo de um lado para outro …   Mensagem de Nosso Senhor Jesus Cristo (30/10/2007) São José dos Pinhais/PR Espanha

“ Meu filho tuas…
Há muita ingratidão dos meus filhos, que ainda humilham minha santa Mãe.   Mensagem de Nosso Senhor Jesus Cristo (07/10/2008) São José dos Pinhais-PR Amados escutai os nossos clamores neste deserto tão… Amados, cuidado! Muitos de vós estão sendo contaminados por visitar lugares onde Deus não se encontra. É preciso se confessar. São muitos que invocam o santo Nome de Deus em lugares profanos.   Mensagem de Santo Antônio de Pádua (24/11/2012) São José dos Pinhais/PR Caríssimos Eu Antônio enviado do Senhor venho estar… Amados sacerdotes, pergunto: " – qual de vós estaria disposto a renunciar a si próprio para Me seguir?" (Mensagem de Nosso Senhor Jesus Cristo em 27/04/2014)     Amado filho neste dia em que a Igreja comemora a festa da Minha Misericórdia quero Eu o Senhor… História dos Santos: São João Bosco e o sonho do Inferno   O Inferno Na noite de domingo 3 de maio de 1869 festa do Patrocínio de São José Dom Bosco… História dos Santos: São João Bosco e o sonho do Purgatório   O Purgatório Ontem à noite meus caros filhos havia-me deitado e não conseguindo adormecer logo estava pensando na natureza… História dos Santos: São João Bosco e o sonho do Céu   O Céu A noite de 22 de dezembro [de 1876] ficou memorável no Oratório. Foi um pouco antecipada a… Muitos se deixam escravizar pelo exasperado apego aos bens e ao dinheiro, e os procuram como se fosse o único escopo de suas vidas Dongo Como 16 de março de 1985  – Sábado da Quaresma O jejum que vos peço: " – Caminhais pela…

As informações contidas neste site foram retiradas dos seguintes portais:
estigmasdecristo2.zip.net
estigmasdecristo.zip.net
estigmasdecristo.nafoto.net

534815

Orações

Terço do Amor

A irmã Consolata Betrone (1903-1946), religiosa capuchinha italiana, foi escolhida por Deus para confirmar ao mundo a doutrina do caminho de infância espiritual já ensinado por Santa Terezinha do Menino Jesus, dando-lhe agora uma forma concreta e fácil de ser praticado por todos.

Jesus promete que, cada vez que se pronuncia este Ato de Amor: "Jesus, Maria, eu Vos amo! Salvai as almas", uma alma será salva. Repetido a todo o momento em qualquer lugar, atrai uma chuva de graças particulares e, sobretudo, prepara o triunfo da misericórdia divina nos corações dos homens como um novo Pentecostes em escala mundial.

TERÇO DO AMOR (Pode-se usar o terço para rezar):

No início, rezar:

1 Pai Nosso, 1 Ave-Maria e o Credo.

Nas contas do Pai Nosso, rezar (1 vez):

Doce Coração de Jesus, sede meu amor!
Doce Coração de Maria, sede minha salvação!

Nas contas da Ave-Maria, rezar (10 vezes):

Jesus, Maria, eu Vos amo! Salvai as Almas!

No final do Terço, rezar:

Sagrado Coração de Jesus, fazei que eu Vos ame cada vez mais (3 vezes)

Oração do Triságio

A oração do Triságio ( em grego: três vezes santo – "Santo Deus, Santo Forte, Santo Imortal" ) é uma oração da antiguidade para devoção à Santíssima Trindade. O papa Clemente XIV concedeu 100 dias de indulgência para cada dia que se reze. Isto significa que se for recitado uma vez por semana durante 30 anos, você terá ganhado 394 anos de indulgências, que poderá ser em benefício próprio ou concedido a alguém que está no purgatório, diminuindo sua pena.

A primeira vez que Ir. Paulo recitou esta belíssima oração sentiu aroma de incenso quando rezava esta jaculatória localizada na terceira página:

"Pelo grande amor com que livrais dos males aos povos onde há algum devoto de Vossa Trindade amável,"

Resposta: "livrai-nos, Trino Senhor."

Na semana seguinte, quando estava rezando a jaculatória que vem logo abaixo da mencionada acima, sentiu aroma de rosas:

"Pela virtude divina, que nos devotos de Vossa Trindade Santíssima, reconhecem os demônios contra si mesmos,"

Resposta: "livrai-nos, Trino Senhor."

Oração do Triságio Angélico à Santíssima Trindade

TRISÁGIO do grego: tris-agion ( significa: três vezes Santo ) é o nome que se dá à aclamação de louvor "Santo Deus, Santo Forte, Santo Imortal", testemunhado pela primeira vez no Concílio de Calcedônia ( ano 451 DC ) .

O Triságio encontra suas raízes no Antigo Testamento, no livro de Isaías 6, 3: Santo, Santo, Santo, é o Senhor dos Exércitos, a Terra inteira está repleta de sua glória".

Reza-se:
Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Oferecimento:

Para ganhar as indulgências, os que rezarem o Triságio:

Rogamos-te, Senhor, pelo estado da Santa Igreja e Prelados dela, pela exaltação da Fé Católica, extirpação das heresias, paz e concórdia entre os príncipes cristãos, conversão de todos os infiéis, hereges e pecadores, pelos agonizantes e caminhantes, pelas benditas almas do purgatório e mais piedosos fins de nossa Santa Madre Igreja.

Amém.
V. Bendita seja a Santa e Indivídua Trindade, agora e sempre por todos os séculos dos séculos.
R. Amém.
V. Abri, Senhor, meus lábios.
R. E a minha boca anunciará vossos louvores.
V. Meu Deus, em meu favor benigno atende.
R. Senhor, apressai-vos a socorrer-me.
V. Glória seja ao Eterno Pai, Glória seja ao Eterno Filho, Glória ao Espírito Santo.
R. Amém. Aleluia.
( no tempo da Quaresma se diz conforme abaixo )
R. Louvor seja a Ti, Senhor, Rei da Eterna Glória.

Ato de Contrição:
Amorosíssimo Deus, Trino e Uno, Pai, Filho e Espírito Santo, em quem creio, em quem espero, a quem amo com todo o meu coração. corpo, alma, sentidos e potências; por serdes Vós meu Pai, meu Senhor e meu Deus, infinitamente bom e digno de ser amado sobre todas as coisas, pesa-me Trindade Santíssima, pesa-me, Trindade Misericordiosíssima, pesa-me, Trindade Amabilíssima, de Vos ter ofendido só por serdes Vós quem sois; proponho e Vos dou palavra de nunca mais Vos ofender e de morrer antes do que pecar; espero de Vossa suma bondade e misericórdia infinita, que me perdoareis todos os meus pecados, e me dareis graças para perseverar num verdadeiro amor e cordialíssima devoção a Vossa sempre Amabilíssima Trindade. Amém.

Hino:
Já se afasta o Sol radioso, Ó luz perene, ó Trindade,
Infunde em nós ardoroso, o fogo da caridade.
Na alvorada Te louvamos, e na hora vespertina,
Concede-nos que o façamos, também na glória divina.
Ao Pai, ao Filho e a Ti, Espírito consolador,
Sem cessar como até aqui, se dê eterno louvor. Amém.

Oração ao Pai
Ó Pai Eterno, fora o prazer de Vos possuir, eu não vejo mais do que tristeza e tormento, embora digam outra coisa os amadores da vaidade. Que me importa que diga o sensual que sua felicidade está em disfrutar de seus prazeres? Que me importa que diga também o ambicioso que seu maior contentamento é disfrutar de sua glória vã? Eu, pela minha parte, nunca cessarei de repetir com Vossos Profetas e Apóstolos, que a minha suma felicidade, meu tesouro e minha glória é unir-me a meu Deus, e manter-me inviolavelmente unido a Ele.

Recita-se 1 Pai-Nosso, 1 Ave-Maria e 9 vezes:
Santo, Santo, Santo, Senhor Deus dos exércitos, cheios estão os Céus e a Terra de Vossa Glória.
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo, como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Oração ao Filho
Ó Verdade Eterna, fora da qual eu não vejo outra coisa senão enganos e mentiras. Oh! E como tudo me aborrece à vista de Vossos suaves atrativos! Oh! Como me parecem mentirosos e asquerosos os discursos dos homens em comparação das palavras de vida com as quais Vós falais ao coração daqueles que Vos escutam. Ah! Quando será a hora em que Vós me tratareis sem enigma e me falareis claramente no seio de Vossa glória? Oh! Que trato! Que beleza! Que luz!

Recita-se 1 Pai-Nosso, 1 Ave-Maria e 9 vezes:
Santo, Santo, Santo, Senhor Deus …
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo, como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Oração ao Espírito Santo
Ó amor, ó Dom do Altíssimo, centro das doçuras e da felicidade do mesmo Deus; que atrativo para uma alma ver-se no abismo de Vossa bondade e toda cheia de Vossas inefáveis consolações! Ah! Prazeres enganadores! Como haveis de poder comparar-vos com a menor das doçuras que um Deus, quando quer, sabe derramar sobre uma alma fiel? Oh! Se uma só partícula delas é tão deliciosa, quanto mais será quando Vós a derramardes como uma torrente sem medida e sem reserva? Quando será isso, meu Deus, quando será?

Recita-se 1 Pai-Nosso, 1 Ave-Maria e 9 vezes:
Santo, Santo, Santo, Senhor Deus …
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo, como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Antífona
A Ti, Deus Pai, a Ti, Deus Filho Unigênito, a Ti, Espírito Santo Paráclito, Santa e Indivídua Trindade. De todo coração Te confessamos, louvamos e bedizemos. A Ti seja dada a glória pelos séculos dos séculos. Amém.
V. Bendigamos ao Pai, e ao Filho e ao Espírito Santo.
R. Louvemo-lo e exaltemo-lo em todos os séculos. Amém.
Senhor Deus, Uno e Trino, dai-me continuamente Vossa graça, Vossa caridade e Vossa comunicação para que no tempo e na eternidade Vos amemos e glorifiquemos. Deus Pai, Deus Filho, Deus Espírito Santo, numa deidade por todos os séculos dos séculos. Amém.

Deprecação devota à Santíssima Trindade
( Deprecação quer dizer súplica )
V. Pai Eterno, Onipotente Deus! R: Que toda criatura Vos ame e glorifique!
V. Verbo Divino, Imenso Deus! …
V. Espírito Santo, Infinito Deus! …
V. Santísissima Trindade em um só Deus Verdadeiro! …
V. Rei dos Céus, imortal e invensível! …
V. Criador, conservador e governador de todo o criado! …
V. Vida nossa, em Quem, por Quem, de Quem e por Quem vivemos! …
V. Vida divina e uma em três pessoas! …
V. Céu divino de excelsitude majestosa! …
V. Céu supremo do Céu, oculto aos homens! …
V. Sol Divino e incriado! …
V. Círculo perfeitíssimo de capacidade infinita! …
V. Alimento divino dos Anjos! …
V. Belo Íris, arco de clemência! …
V. Astro primeiro e Trino, que iluminais o mundo! …
V. De todo o mal de alma e corpo! R: Livrai-nos, Trino Senhor!
V. De todo pecado e ocasião de culpa! …
V. De Vossa ira e indignação! …
V. Da morte repentina e improvisa! …
V. Das insídias e assaltos do demônio! …
V. Do espírito de desonestidade e das suas sugestões! …
V. Da concupiscência da carne! …
V. De toda ira, ódio e má vontade! …
V. Das pragas da peste, fome, guerra e terremoto! …
V. Dos inimigos da fé católica! …
V. De nossos inimigos e suas maquinações! …
V. Da morte eterna! …
V. Por Vossa Unidade em Trindade e Trindade em Unidade! …
V. Pela igualdade essencial de Vossas pessoas! …
V. Pela sublimidade do mistério de Vossa Trindade! …
V. Pelo inefável nome de Vossa Trindade! …
V. Pelo portentoso de Vosso nome, Uno e Trino! …
V. Pelo muito que Vos agradam as almas que são devotas de Vossa Santíssima Trindade! …
V. Pelo grande amor com que livrais dos males aos povos onde há algum devoto de Vossa Trindade Amável! … 
V. Pela virtude Divina, que nos devotos de Vossa Trindade Santíssima, reconhecem os demônios contra si mesmos! … 
V. Nós pecadores! R: Rogamo-Vos, ouvi-nos!
V. Que saibamos resistir ao demônio com as armas da devoção à Vossa Trindade! …
V. Que embelezeis cada dia mais, com as cores de Vossa Graça, Vossa imagem que está em nossa almas! …
V. Que todos alcancemos as muitas felicidades que estão vinculadas para os devotos dessa Vossa Trindade adorável! …
V. Que ao confessarmos os mistérios de Vossa Trindade, se desfaçam os erros dos infiéis! …
V. Que todas as almas do purgatório gozem muito refrigério em virtude do Mistério de Vossa Trindade! …
V. Que Vos digneis ouvir-nos pela Vossa piedade! …
V. Santo Deus, Santo Forte, Santo Imortal, livrai-nos, Senhor, de todo mal! …

Obséquios ou oferecimentos à Santíssima Trindade
Ó Beatíssima Trindade, eu Vos prometo que com todo esforço e empenho hei de procurar salvar minha alma, visto como Vós a criastes à Vossa imagem e semelhança e para o Céu. E também, por amor Vosso, procurarei salvar as almas de meu próximo.

Para salvar minha alma e dar-Vos glória e louvor, sei que hei de guardar a divina lei. Eu empenho minha palavra de a guardar como a menina de meus olhos e procurar, outrossim, que os outros a guardem.

Aqui na Terra hei de exercitar-me em louvar-Vos e espero fazê-lo depois com maior perfeição no Céu. E por isso com frequencia rezarei o triságio e o verso: "Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo".
E procurarei, além disso, que os outros Vos louvem. Amém.

O Papa Clemente XIV concedeu 100 dias de indulgências para cada dia que se reze. 100 mais três vezes ao dia, nos domingos e durante sua oitava, e Indulgência Plenária a quem o rezar todos os dias durante um mês, confessando e comungando no dia do mês que se escolher.

Invocação semelhante Nosso Senhor ensinou à Santa Faustina: " Santo Deus, Santo Forte, Santo Imortal, tende piedade de mim e de todos os pecadores, … ". Jaculatória que a santa rezava entre uma dezena e outra do Terço.

Oração dos Inocentes Abordados

ORACAO PARA BATISMO DOS INOCENTES ABORTADOS PAGINA – 1.jpg
Oração dos Inocentes Abortados – página 1
ORACAO PARA BATISMO DOS INOCENTES ABORTADOS PAGINA – 2.jpg
Oração dos Inocentes Abortados – página 2
ORACAO PARA BATISMO DOS INOCENTES ABORTADOS PAGINA – 3.jpg
Oração dos Inocentes Abortados – página 3
ORACAO PARA BATISMO DOS INOCENTES ABORTADOS PAGINA – 4.jpg
Oração dos Inocentes Abortados – página 4

Terço de Deus Pai

Oração ensinada por Nosso Senhor Jesus Cristo, para que nos dirijamos diretamente ao Pai Eterno, contemplando os 40 dias de jejum no deserto da Judéia.

1° meditação: Deus Eterno e Todo Poderoso, humildemente eu me apresento diante de Vossa Santíssima e Diviníssima presença para Vos oferecer as dores que os corações santos de Jesus e Maria sofreram ao se separarem para que nosso Senhor Jesus Cristo se retirasse ao deserto da Judéia para jejuar 40 dias e noites, para que todos aqueles que deixaram o mundo e a família para corresponderem ao Vosso chamado divino possam receber as forças para vos serem fiéis até o último dia.

Oferecemos esta primeira meditação pedindo pelo Papa Bento XVI, por suas intenções e pelo fortalecimento de sua saúde, pela santificação dos cardeais, bispos e sacerdotes do mundo inteiro, pelas freiras e religiosos, e pela nossa conversão e santificação. Amém.
Rezar 10 Pai-Nossos.

2° meditação:
 Deus Eterno e Todo Poderoso, humildemente eu me apresento diante de Vossa Santíssima e Diviníssima presença para Vos oferecer todos os sofrimentos padecidos por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso amado filho, ao retirar-se ao deserto da Judéia para jejuar 40 dias e noites para reparar nossos pecados de gula e intemperança que muitos de nós cometemos para satisfazer as exigências de nosso mísero corpo.

Oferecemos esta segunda meditação pedindo o desagravo, a reparação e o perdão de nossos pecados e do mundo inteiro. Amém.
Rezar 10 Pai-Nossos.

3° meditação:
 Deus Eterno e Todo Poderoso, humildemente eu me apresento diante de Vossa Santíssima e Diviníssima presença para Vos oferecer os padecimentos e dores sofridos por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso amado filho, ao jejuar 40 dias e noites no deserto da Judéia, para reparar os pecados de destruição e desonestidade que muitos de nós cometemos, para que almas generosas suportem com paciência as provações e abracem de boa vontade as cruzes que Nosso Senhor lhes mandar.

Oferecemos esta terceira meditação pedindo Vossa misericórdia e bênçãos ao nosso país,  a conversão de todos nós, a libertação e conversão de nossos jovens dos maus caminhos. Amém.
Rezar 10 Pai-Nossos.

4° meditação:
Deus Eterno e Todo Poderoso, humildemente eu me apresento diante de Vossa Santíssima e Diviníssima Presença para Vos oferecer os últimos e mais sofridos dias de jejum de Nosso Senhor Jesus cristo, Vosso amado filho, prevendo que não obstante o seu jejum e seus grandes sofrimentos, a maior parte da humanidade se entregaria aos prazeres dos sentidos. Pedimos, Senhor, a graça da mortificação dos desejos dos sentidos da carne, a temperança e a humildade de Nosso Senhor Jesus.

Oferecemos esta quarta meditação em sufrágio e libertação das almas no purgatório. Amém.

Rezar 10 Pai-Nossos.

Rosário e Terço de Nossa Senhora

img009.jpg
Página 1
img008.jpg
Página 2
img013.jpg
Página 3
img014.jpg
Página 4
img015.jpg
Página 5
img019.jpg
Página 6

Terço das Lágrimas de Sangue de Maria

Jesus Crucificado, ajoelhado a Vossos pés, nós vos oferecemos as lágrimas de sangue de quem Vos acompanhou no Vosso caminho sofredor da cruz com intenso amor participante.

Fazei, ó Bom Mestre, que apreciemos as lições que nos dão as lágrimas de sangue de Vossa Mãe Santíssima, a fim de que cumpramos a Vossa Santíssima vontade aqui na Terra, de tal modo que sejamos dignos de louvar-Vos no Céu por toda a eternidade. Amém.

Mistérios:
1) A espada a transpassar o Coração de Maria, conforme a profecia de Simeão no Templo.
2) A fuga da Sagrada Família ao Egito.
3) Nossa Senhora perde Seu Divino filho por três dias no Templo.
4) O encontro com Nosso Senhor Jesus no caminho do Calvário.
5) A bárbara crucificação de Seu Divino Filho.
6) Nossa Senhora recebe em Seus braços Seu Filho retirado da cruz.
7) Nossa Senhora acompanha Seu Divino Filho a sepultura.

Em cada um dos mistérios acima, reza-se:
1 vez: Ó Jesus, olhai para as lágrimas de sangue de quem mais Vos amou no mundo e Vos ama mais intensamente no Céu.

7 vezes: Ó Jesus, atendei as nossas súplicas, em virtude das lágrimas de sangue de Vossa Mãe Santíssima.

No final, repete-se 3 vezes: Ó Jesus, olhai para as lágrimas de sangue de quem mais Vos amou no mundo e Vos ama mais intensamente no Céu.

Oração Final:

Ó Maria, Mãe das Dores e de Misericórdia, nós Vos suplicamos, uni as Vossas súplicas as nossas, a fim de que Jesus, Vosso Divino Filho, a quem nos dirigimos em nome das Vossas Lágrimas maternais de sangue, atenda as nossas súplicas e se digne conceder-nos as graças pelas quais Vos suplicamos e a coroa da vida eterna. Amém.

Que Vossas Lágrimas de Sangue, ó Mãe das Dores, destruam as forças do inferno.

Pela Vossa mansidão Divina, ó Jesus crucificado, preservai o mundo da perda ameaçadora. Amém.

Oração de Consagração a Nossa Senhora Rainha da Paz e Medianeira de Todas as Graças

( Oração ensinada por Nossa Senhora em mensagem ao Ir. Eduardo para ser recitada diariamente após o Terço ou Rosário )

Virgem  Mãe, Rainha da Paz e Medianeira de Todas as Graças. Eu Te ofereço e consagro o meu corpo e a minha alma, o meu coração, tudo quanto sou, tudo o que tenho. 

Me consagro a ti por amor e para amar. Ofereço-me aos teus cuidados de Mãe. Quero como fez Jesus toda a Sua vida honrar-te unido ao teu coração. Quero, ó Mãe, sobretudo, imitar a tua pureza, a tua humildade, enfim, todas as tuas atitudes. 

Quero, ó Mãe, dedicar-me e lutar sob tuas ordens para que venha o Reino de Deus. Mãe, acolhe este meu Ato de Consagração, toma-me como teu filho e oferece-me juntamente com Jesus ao Pai Celeste. 

Ajuda-me a ser fiel até a morte. Ó Clemente, ó Piedosa, ó doce Virgem Maria. Amém.

Terço de São José

(pode-se usar o terço para rezar)
Ofereço este Terço em louvor e glória de Jesus, Maria e José, para que sejam a minha luz, guia, proteção, defesa, amparo e fortaleza em todos os meus trabalhos, alegrias, agonias e tribulações. Pelo nome de Jesus e pela glória de Maria, imploro de Vós, Glorioso São José, que alcanceis a graça que desejo ( fazer o pedido ). Advogai a minha causa, falai em meu favor no céu e na terra, alegrai a minha alma, para honra e glória de Jesus e Maria. Amém.

Contemplamos os 5 mistérios:
1° mistério: A anjo anuncia a São José em sonho: " – José, não temas tomar Maria por tua esposa, pois ela concebe em seu ventre santo o filho de Deus por obra do Espírito Santo." Pela manhã, obediente a Deus, José recebeu Maria por sua esposa.
2° mistério: São José contempla o Menino Jesus nos braços de Maria na gruta em Belém.
3° mistério: São José, avisado em sonho pelo anjo, leva a Sagrada Família para o Egito por causa da perseguição do rei Herodes, numa longa e árdua jornada de viagem. Lá permanecem por quase três anos e meio.
4° mistério: São José e Maria Santíssima apresentam o Menino Jesus no templo.
5° mistério: A alegria de São José e Maria Santíssima no reencontro com o Menino Jesus no templo depois de três dias.

Em cada um dos mistérios acima:

Reza-se 1 Pai-Nosso

Reza-se 10 vezes:

Salve São José, agraciado por Deus, o Senhor é convosco, bendito sois Vós dentre todos os homens, e bendito o fruto de vosso coração, Jesus.

São José, pai adotivo de Jesus, rogai por nós pecadores, agora e na hora de nossa morte. Amém.

No final de cada dezena, reza-se:
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo, como era no princípio, agora e sempre. Amém.
Ó meu glorioso São José, nas vossas maiores aflições e tribulações o anjo do Senhor não vos valeu?
Valei-me, São José.

Terço das Dores Atuais de São José

( Oração ensinada por São José em 10 de abril de 2003 em mensagem ao Vidente Irmão Júnior Paz )

“Querido filho de Meu Castíssimo Coração. Neste momento irei lhe revelar minhas maiores dores nestes tempos. O meu Castíssimo Coração se inflama de amor pela humanidade, mas esta trilha para sua auto – destruição. Venho presentear esta humanidade com mais uma poderosa oração: O Terço de Minhas Dores Atuais.

Prometo àquele que rezar com devoção este Terço em honra as Minhas Dores Atuais, ser amparado pela minha paternal proteção em sua vida. Hoje em minha Igreja muitos esquecem de pedir minha intercessão. Sou protetor da Igreja, Sou protetor Paternal das Famílias.

O Senhor vos envia esta nova devoção para que todos possam conhecer as minhas Dores Atuais, para que possam através delas encontrar o consolo nas suas dores e também a graça da conversão."

Oração Inicial: Ó Castíssimo São José, venho humildemente aos Teus pés para reparar Tuas Dores Atuais causadas por mim, pelas famílias e também pela Igreja Santa Católica Apostólica Romana. Sei que sofres ao ver a humanidade caminhando para sua auto – destruição, por isso peço-lhe que me revistas com a graça da santidade, para que eu tenha um imenso amor por Nosso Senhor Jesus Cristo, tenha Nossa Senhora como minha boa e amada Mãezinha e te tenha como meu Boníssimo Pai. Amém.

Mistérios a serem contemplados:

1° dor: Sofro ao ver inúmeras famílias se auto – destruindo, pois satanás está cegando muitos de meus filhos para que não haja mais amor no Sacramento do Matrimônio.

2° dor: Sofro ao ver inúmeras crianças morrerem de fome, ou se tornarem marginais devido à falta de amor e alimentação nos lares. Se todos orassem com fervor, esta cruel realidade seria diferente.

3° dor: Sofro ao ver inúmeras crianças sendo abortadas. Isto atrai sobre vós a justa ira de Meu Divino Filho. Lutem, meus filhos, para que seja extinguido o crime do aborto.

4° dor:
Sofro ao ver meu Divino Filho ser flagelado e morto novamente pelos pecados desta tão cruel humanidade. Sofro também ao ver minha dileta esposa Maria Santíssima não ser atendida em suas aparições em toda humanidade. A cada flagelo que Meu Jesus recebe e também a cada Lágrima que minha Santa esposa derrama, meu Castíssimo Coração é dilacerado.

5° dor: Sofro ao ver as vocações sacerdotais e religiosas diminuindo. Se vocês não orarem com fé pedindo que se aumentem o número de vocações sacerdotais, muito em breve será escasso o número de sacerdotes, e isto trará a diminuição de confissões e missas.

6° dor: Sofro ao ver a desobediência de muitos sacerdotes, religiosos e almas consagradas para com a Igreja de Meu Divino Filho Jesus. Rezem, filhos queridos, para que vossa fé não venha a se abalar.

7° dor:
Sofro ao ver inúmeras almas desviando-se da Igreja de Meu Divino Filho, pois o demônio tenta lançar no coração da humanidade que o pecado não mais existe, que dentro de cada um existe o bem e o mal, por isso todos têm que se acostumar e aceitar o mal. Isto está errado querido, pois o mal existe e é o demônio quem o dispensa para toda humanidade. Abandonem o pecado, renunciem ao demônio e retornem para Deus.

Em cada um dos mistérios acima:

Reza-se 1 vez: Ó Coração Castíssimo de São José, rico em bondade, concede-nos a graça da santidade.

Reza-se 7 vezes:
Ó Coração Castíssimo de São José, aumentai a minha fé.

No final, reza-se 3 vezes: Demos Glória ao Criador, por São José ser nosso poderoso intercessor.

Oração Final: Ó Castíssimo Coração de São José, consagro-me totalmente a Ti para que sejas minha luz e guia, minha fortaleza e amparo nas batalhas em que enfrentar contra as potências infernais. Guardai-me, ó guarda providente da Sagrada Família, e fazei de mim humilde servo do Senhor. Olhai pela Igreja, neste momento tão difícil em que ela atravessa, ó boníssimo São José, e protegei as famílias. Amém.

"Filhos, agradeço-lhes por terem meditado as minhas Dores Atuais. Peço-lhes que sejam perseverantes na fé e nas boas obras. Rezem, confiem e esperem no Senhor. Com muito carinho lhes abençôo em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Ficai na paz de Meu Divino Filho, com o amor de minha dileta esposa Maria Santíssima e com meu paternal amparo. Amém. Amém. Amém.”

Oração Final:

Infinitas Graças Vos damos, Glorioso São José, pelos benefícios que todos os dias recebemos de Vossas mãos bondosas. Dignai-vos agora e para sempre tomar-nos debaixo de Vosso poderoso amparo, e para mais Vos agradecer, vos saudamos com "um Salve Glorioso São José":

Ó Glorioso São José, a quem foi dado o poder de tornar possíveis as coisas humanamente impossíveis, vinde em nosso auxílio nas dificuldades em que nos encontramos.

Tomai sob a Vossa proteção a causa que vos confiamos, para que tenha uma solução favorável. Ó pai muito amado, em Vós depositamos toda nossa confiança. Que ninguém possa jamais dizer que Vosso nome foi invocado em vão.

Já que tudo podeis junto a Jesus e Maria, mostrai-nos que Vossa bondade é igual ao Vosso poder.

São José, a quem Deus confiou o cuidado da Sagrada Família de Nazaré, sede para nós o pai e protetor e impetrai-nos a graça de vivermos e morrermos no amor de Jesus e Maria. São José da esperança, rogai por nós que recorremos a Vós. Amém

Terço de São Miguel Arcanjo

São  Miguel Arcanjo.jpg
Terço de São Miguel Arcanjo.jpg

Numa aparição a uma ilustre serva de Deus, toda dedicada ao culto do glorioso São Miguel Arcanjo, Antônia d'Astonoac, em Portugal, este Santo Arcanjo declarou-lhe que desejava que se fizessem em sua honra nove saudações correspondentes aos nove coros dos anjos angelicais, que consistiriam na recitação de 1 Pai-Nosso, 3 Ave-Marias e 1 Glória em honra a cada dos coros dos Anjos.

Ele prometeu, em retribuição, que aquele que lhe rendesse este culto, teria na ocasião em que se aproximasse da SANTA MESA EUCARÍSTICA DURANTE A SANTA MISSA um cortejo de nove anjos, escolhidos dentre os nove coros angelicais. Além disso, para a recitação diária destas nove saudações, prometeu a sua assistência e a dos Santos Anjos durante todo o decurso da vida, e depois da morte a libertação do purgatório para si e seus parentes.

Inicio:
Deus, vinde em nosso auxílio.
Senhor, socorrei-nos e salvai-nos.
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo, como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Primeira Saudação
Pela intercessão de São Miguel e do coro celeste dos Serafins, para que o Senhor Jesus nos torne dignos de sermos abrasados de uma perfeita caridade. Amém.
1 Pai-Nosso, 3 Ave-Marias, 1 Glória

Segunda Saudação
Pela intercessão de São Miguel e do coro celeste dos Querubins, para que o Senhor Jesus nos conceda a graça de fugirmos do pecado e procurarmos a perfeição cristã. Amém.
1 Pai-Nosso, 3 Ave-Marias, 1 Glória.

Terceira Saudação
Pela intercessão de São Miguel e do coro celeste dos Tronos, para que Deus derrame em nossos corações o espírito da verdadeira e sincera humildade. Amém.
1 Pai-Nosso, 3 Ave-Marias, 1 Glória.

Quarta Saudação
Pela intercessão de São Miguel e do coro celeste das Dominações, para que o Senhor nos conceda a graça de dominar nossos sentidos e de nos corrigir das nossas más paixões. Amém.
1 Pai-nosso, 3 Ave-Marias, 1 Glória.

Quinta Saudação
Pela intercessão de São Miguel e do coro celeste das Potestades, para que o Senhor Jesus se digne de proteger nossas almas contra as ciladas e as tentações de satanás e dos demônios.
1 Pai-nosso, 3 Ave-Marias, 1 Glória.

Sexta Saudação
Pela intercessão de São Miguel e do coro celeste das Virtudes, para que o Senhor não nos deixe cair em tentação, mas que nos livre de todo mal. Amém.
1 Pai-nosso, 3 Ave-Marias, 1 Glória.

Sétima Saudação
Pela intercessão de São Miguel e do coro celeste dos Principados, para que o Senhor encha nossas almas do espírito de uma verdadeira e sincera obediência. Amém.
1 Pai-nosso, 3 Ave-Marias, 1 Glória.

Oitava Estação
Pela intercessão de São Miguel e do coro celeste dos Arcanjos, para que o Senhor nos conceda o dom da perseverança na fé e nas boas obras, a fim de que possamos chegar a possuir a glória do paraíso. Amém.
1 Pai-nosso, 3 Ave-Marias, 1 Glória.

Nona Estação
Pela intercessão de São Miguel e do coro celeste dos Anjos da Guarda, para que sejamos guardados por eles nesta vida mortal, para sermos conduzidos por eles à glória eterna do céu.

Ao final reza-se:

1 Pai-Nosso em honra a São Miguel Arcanjo

1 Pai-Nosso em honra a São Gabriel Arcanjo

1 Pai-Nosso em honra a São Rafael Arcanjo

1 Pai-Nosso em honra aos Anjos da Guarda

Antífona:

Gloriosíssimo São Miguel, chefe e príncipe dos exércitos celestes, fiel guardião das almas, vencedor dos espíritos rebeldes, amado da casa de Deus, nosso admirável guia depois de Cristo; vós, cuja excelência e virtudes são eminentíssimas, dignai-vos livrar-nos de todos os males, nós todos que recorremos a vós com confiança, e fazei pela vossa incomparável proteção que adiantemos cada dia mais na fidelidade em servir a Deus. Amém.

Rogai por nós, ó bem aventurado São Miguel Arcanjo, príncipe da Igreja de Cristo, para que sejamos dignos de Suas promessas. Amém.

Oremos:

Deus Todo Poderos e Eterno, que por um prodígio de bondade e misericórdia para a salvação dos homens, escolhestes para príncipe de Vossa Igreja o gloriosíssimo Arcanjo Miguel, tornai-nos dignos, nós vo-lo pedimos, de sermos preservados de todos os nossos inimigos, a fim de que na hora de nossa morte nenhum deles nos possa inquietar, mas que nos seja dado de sermos introduzidos por ele na presença da Vossa Poderosa e Augusta Majestade, pelos merecimentos de Jesus Cristo, Nosso Senhor. Amém.

Terço da Misericórdia ensinado por Nosso Senhor Jesus a Santa Faustina

No início: Fazer o sinal da Cruz, reza-se 1 Pai-Nosso, 1 Ave-Maria e 1 Creio.

Primeiro mistério:
contemplamos a Agonia de Jesus no Horto das Oliveiras

Segundo mistério: contemplamos Jesus é preso, condenado à morte e flagelado

Terceiro mistério:
a dolorosa coroa de espinhos em Nosso Senhor

Quarto mistério:
Jesus carrega a cruz ao Calvário

Quinto mistério:
Jesus chega ao Calvário e é crucificado

Em cada um dos mistérios acima:

Rezar 1 vez: "Deus Eterno e Todo Poderoso, eu vos ofereço o Corpo, o Sangue, a Alma e a Divindade de Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Amado Filho, em expiação de nossos pecados e do mundo inteiro."

Rezar 10 vezes: "E por Sua dolorosa paixão, tem misericórdia de nós e do mundo inteiro."

No final dos 5 mistérios, repete-se 3 vezes:
"Deus Santo, Deus Forte, Deus Imortal, tem piedade de nós e do mundo inteiro."

Oferecimentos:
Por esta belíssima oração pode-se alcançar a salvação de uma alma no último momento de sua morte por mais graves que tenham sido seus pecados durante a vida. Se a pessoa enferma não puder rezar pelo grave e debilitado estado de sua saúde, aquele que reza ao lado do leito das dores obterá o benefício ao enfermo e a sí mesmo.

Jesus também prometeu que ao recitar esta oração às 15:00 h ( 3 horas da tarde ), muitas conversões aconteceriam e muitas almas agonizantes seriam salvas.

Porém, se não puder rezar às 15:00 h ( hora da Misericórdia ), as graças serão concedidas da mesma maneira pela infinita compaixão e mansidão Divina de Jesus Misericordioso.

Rosário da Chama de Amor

Em honra das cinco Santas Chagas de Nosso Salvador, faz-se cinco vezes seguidas o Sinal da Cruz.

+ Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo;

+ Pelo Sinal da Santa Cruz,

+ Livrai-nos Deus, nosso Senhor,

+ dos nossos inimigos;

+ Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

Nas três contas pequenas do início do terço:

1. Meu Deus, creio em Vós, pois sois infinitamente bom.

2. Meu Deus, espero em Vós, pois sois infinitamente misericordioso.

3. Meu Deus, amo-Vos, pois sois digno de ser amado sobre todas as coisas.

Nas contas do Pai Nosso:

Coração Doloroso e Imaculado de Maria, rogai por nós, que recorremos a Vós!

Nas contas das Ave-Marias:

Mãe, salvai-nos, pela Chama de Amor do Vosso Coração Imaculado!

Após cada dezena:

Mãe de Deus, derramai sobre a humanidade inteira as graças eficazes da Vossa Chama de Amor, agora e na hora da nossa morte. Amém.

Ao final do terço:

Reza-se três vezes o Glória, em homenagem à Santíssima Trindade.


As 15 Orações de Santa Brígida

REVELADAS POR JESUS À SANTA BRIGIDA NA IGREJA DE SÃO PAULO, EM ROMA

        Aprovadas pelo Papa Pio IX em 31/05/1862

 
        AS PROMESSAS DE JESUS:


         Como já há muito tempo Santa Brígida desejasse saber o número de golpes que Jesus levara durante a Sua dolorosíssima Paixão, eis que um dia, enquanto rezava na Igreja de São Paulo, em Roma, apareceu-lhe o amoroso, misericordioso e fiel Senhor Jesus dizendo:

 

         “Recebi em todo o Meu Corpo 5.480 golpes. Se desejardes honrar as chagas que eles Me produziram mediante uma veneração particular, deveis recitar 15 Pai Nossos e 15 Ave-Marias, acrescentando as seguintes orações, durante um ano inteiro; quando o ano terminar, tereis prestado homenagem a cada uma das Minhas Chagas. Quem recitar estas orações durante um ano inteiro, sem faltar um dia, conseguirá livrar do Purgatório 15 almas de sua família, 15 justos também de sua linhagem serão conservados em graça e 15 pecadores de sua família serão convertidos”.

         A pessoa que as recitar será elevada ao mais eminente grau de perfeição e 15 dias antes da sua morte Eu lhe darei Meu Precioso Corpo para que ela seja livre da fome eterna. Eu lhe darei também de beber o Meu Precioso Sangue afim de que não padeça sede eternamente, e 15 dias antes da morte ela experimentará uma profunda contrição de todos os seus pecados e um perfeito conhecimento deles. Diante dela colocarei o sinal da Minha Cruz vitoriosa como socorro e defesa contra os embustes dos seus inimigos.

         Antes da sua morte Eu virei em companhia de Minha muito cara e bem amada Mãe para receber a sua alma e conduzi-la às alegrias eternas. E tendo-a levado até lá Eu lhe darei a beber um trago singular da fonte da Minha Divindade, o que não farei, absolutamente, a outros que não tenham recitado as Minhas Orações.

         Aquele que disser estas Orações pode estar seguro de ser associado ao supremo coro dos Anjos e todo aquele que as ensinar a alguém terá assegurado para sempre sua felicidade e seus méritos. Sim, eles serão estáveis e durarão perpetuamente.

         No lugar onde se encontrar e onde forem recitadas essas Orações Deus estará também presente com Suas Graças”.

         Todos esses privilégios foram prometidos a Santa Brígida por Nosso Senhor Crucificado com a condição de que as orações fossem recitadas diariamente, sem faltar um dia. São, igualmente, prometidas a todos os que as recitarem, devotamente, durante um ano inteiro.

  É necessário recitá-las sem interrupção?
Sim, mas se por motivo de força maior não pudermos recitar em um determinado dia, devemos recitá-la no dia seguinte duas vezes (a do dia anterior e a do dia atual)

As 15 Orações de Santa Brígida

Fazer o Sinal da Cruz: Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

1ª ORAÇÃO

Ó Jesus, doçura eterna para aqueles que vos amam, alegria que ultrapassa todo entendimento e todo o desejo, esperança de salvação dos pecadores, que declarastes não terdes maior contentamento do que estar entre os homens, até o ponto de assumir a nossa natureza, na plenitude dos tempos, por amor deles. Lembrai-Vos dos sofrimentos, desde o primeiro instante da Vossa Conceição e sobretudo durante a Vossa Santa Paixão, assim como havia sido decretado e estabelecido desde toda a eternidade na mente divina. Lembrai-Vos Senhor, que, celebrando a Ceia com os Vossos discípulos, depois de lhes haverdes lavado os pés, deste-lhes o Vosso Sagrado Corpo e precioso Sangue e, consolando-os docemente lhes predissestes a Vossa Paixão iminente.
Lembrai-Vos da tristeza e da amargura que experimentastes em Vossa Alma como o testemunhastes Vós mesmo por estas palavras: “a Minha Alma está triste até a morte”. Lembrai-Vos, Senhor, dos temores, angustias e dores que suportastes em Vosso Corpo delicado, antes do suplício da Cruz, quando, depois de ter rezado por três vezes, derramado um suor de Sangue, fostes traído por Judas Vosso discípulo, preso pela nação que escolhestes, acusado por testemunhas falsas, injustamente julgado por três juizes, na flor da Vossa juventude e no tempo solene da Páscoa. Lembrai-Vos que fostes despojado de Vossas vestes e revestido com as vestes da irrisão, que Vos velaram os olhos e a face, que Vos deram bofetadas, que Vos coroaram de espinhos, que Vos puseram uma cana na mão e que, atado a uma coluna, fostes despedaçado por golpes e acabrunhado de afrontas e ultrajes. Em memória destas penas e dores que suportastes antes da Vossa Paixão sobre a Cruz, concedei-me, antes da morte, uma verdadeira contrição, a oportunidade de me confessar com pureza de intenção e sinceridade absoluta, uma adequada satisfação e a remissão de todos os meus pecados. Assim seja!

1 Pai Nosso, 1 Ave-Maria e 1 Glória.

2ª ORAÇÃO

Ó Jesus, verdadeira liberdade dos Anjos, paraíso de delícias, lembrai-Vos do peso acabrunhador de tristezas que suportastes, quando Vossos inimigos, quais leões furiosos, Vos cercaram e, por meio de mil injúrias, escarros, bofetadas, arranhões e outros inauditos suplícios Vos atormentaram a porfia.
Em consideração destes insultos e destes tormentos, eu Vos suplico, ó meu Salvador, que Vos digneis libertar-me dos meus inimigos, visíveis e invisíveis e fazer-me chegar, com o Vosso auxílio a perfeição da salvação eterna. Assim seja!

1 Pai Nosso, 1 Ave-Maria e 1 Glória

3ª ORAÇÃO

Ó Jesus, Criador do Céu e da terra, a quem coisa alguma pode conter ou limitar, Vós que tudo abarcais e tendes tudo sob o Vosso poder, lembrai-Vos da dor, repleta de amargura, que experimentastes quando os soldados, pregando na Cruz Vossas Sagradas mãos e Vossos pés tão delicados, transpassaram-nos com grandes e rombudos cravos e não Vos encontrando no estado em que teriam desejado, para dar largas a sua cólera, dilataram as Vossas Chagas, exacerbando assim as Vossas dores. Depois, por uma crueldade inaudita, Vos estenderam sobre a Cruz e Vos viraram de todos os lados, deslocando, assim, os Vossos membros. Eu vos suplico, pela lembrança desta dor que suportastes na Cruz, com tanta santidade e mansidão, que Vos digneis conceder-me o Vosso Temor e o Vosso Amor. Assim seja!

1 Pai Nosso, 1 Ave-Maria e 1 Glória

4ª ORAÇÃO

Ó Jesus, médico celeste, que fostes elevado na Cruz afim de curar as nossas chagas por meio das Vossas, lembrai-Vos do abatimento em que Vos encontrastes e das contusões que Vos infligiram em Vossos Sagrados membros, dos quais nenhum permaneceu em seu lugar, de tal modo que dor alguma poderia ser comparada a Vossa. Da planta dos pés até o alto da cabeça, nenhuma parte do Vosso Corpo esteve isenta de tormentos e, entretanto esquecido dos Vossos sofrimentos, não Vos cansastes de suplicar a Vosso PAI, pelos inimigos que Vos cercavam, dizendo-LHE: “PAI, perdoai-lhes porque não sabem o que fazem”. Por esta grande misericórdia e em memória desta dor, fazei com que a lembrança da Vossa Paixão, tão impregnada de amargura, opere em mim uma perfeita contrição e a remissão de todos os meus pecados. Assim seja!

1 Pai Nosso, 1 Ave-Maria e 1 Glória

5ª ORAÇÃO

Ó Jesus, espelho do esplendor eterno. Lembrai-Vos da tristeza que sentistes, quando, contemplando a luz da Vossa Divindade a predestinação daqueles que deveriam ser salvos pelos méritos da Vossa santa paixão, contemplastes, ao mesmo tempo, a multidão dos réprobos, que deveriam ser condenados por causa de seus pecados e lastimastes, amargamente, a sorte destes infelizes pecadores, perdidos e desesperados. Por este abismo de compaixão e de piedade e, principalmente, pela bondade que manifestastes ao bom ladrão dizendo-lhe: “Hoje mesmo estarás Comigo no Paraíso”, eu Vos suplico ó Doce Jesus, que na hora da minha morte useis de misericórdia para comigo. Assim seja!

1 Pai Nosso, 1 Ave-Maria e 1 Glória

6ª. ORAÇÃO

Ó Jesus, Rei amável e de todo desejável, lembrai-vos da dor que experimentastes quando, nu e como um miserável, pregado e levantado na Cruz, fostes abandonado por todos os vossos parentes e amigos, com exceção de Vossa mãe bem amada, que permaneceu, em companhia de São João, muito fielmente junto de Vós na agonia, lembrai-Vos que os entregastes um ao outro dizendo: “Mulher eis ai o teu filho”! e a João: “Eis ai a tua Mãe!” Eu vos suplico, ó meu Salvador, pela espada de dor que então transpassou a alma de Vossa Santa Mãe, que tenhais compaixão de mim, em todas as minhas angustias e tribulações, tanto corporais como espirituais e que Vos digneis assistir-me nas provações que me sobrevierem, sobretudo na hora da minha morte. Assim seja!

1 Pai Nosso, 1 Ave-Maria e 1 Glória

7ª ORAÇÃO

Ó Jesus, fonte inexaurível de piedade, que por uma profunda ternura de amor, dissestes sobre a Cruz: “Tenho sede!”, mas sede de salvação do gênero humano. Eu Vos suplico, ó meu Salvador, que Vos digneis estimular o desejo que meu coração experimenta de tender a perfeição em todas as minhas obras e extinguir, por completo, em mim, a concupiscência carnal e o ardor dos desejos mundanos. Assim seja!

1 Pai Nosso, 1 Ave-Maria e 1 Glória

8ª ORAÇÃO

Ó Jesus, doçura dos corações, suavidade dos espíritos, pelo amargo sabor do fel e do vinagre que provastes sobre a Cruz por amor de todos nós, concedei-me a graça de receber dignamente o Vosso Corpo e Vosso Preciosíssimo Sangue, durante toda a minha vida e, na hora da minha morte afim de que sirvam de remédio e de consolo para minha alma. Assim seja!

1 Pai Nosso, 1 Ave-Maria e 1 Glória

9ª ORAÇÃO

Ó Jesus, virtude real, alegria do espírito, lembrai-Vos da dor que suportastes, quando, mergulhado na amargura, ao sentir aproximar-se a morte, insultado e ultrajado pelos homens, julgastes haver sido abandonado por Vosso PAI dizendo: “Meu DEUS, Meu DEUS, porque Me abandonastes?” Por esta angustia eu Vos suplico ó meu Salvador, que não me abandoneis nas aflições e nas dores da morte. Assim seja!

1 Pai Nosso, 1 Ave-Maria e 1 Glória

10ª ORAÇÃO

Ó Jesus, que sois em todas as coisas começo e fim, vida e virtude, lembrai-Vos de que por nós fostes mergulhado num abismo de dores, da planta dos pés até o alto da cabeça. Em consideração da extensão das Vossas Chagas, ensinai-me a guardar os Vossos Mandamentos, mediante uma sincera caridade, mandamentos estes que são caminhos espaçoso e agradável para aqueles que Vos amam. Assim seja!

1 Pai Nosso, 1 Ave-Maria e 1 Glória

11ª ORAÇÃO

Ó Jesus, profundíssimo abismo de misericórdia, suplico-Vos, em memória de Vossas Chagas, que penetraram até a medula dos vossos ossos e atingiram até as vossas entranhas, que vos digneis afastar esse(a) pobre pecador(a) do lodaçal de ofensas em que está submerso(a) conduzindo- o(a) para longe do pecado. Suplico-Vos também, esconder-me de Vossa Face irritada, ocultando-me dentro de Vossas Chagas, até que a Vossa cólera e a Vossa justa indignação tenham passado. Assim seja!

1 Pai Nosso, 1 Ave-Maria e 1 Glória

12ª ORAÇÃO

Ó Jesus, espelho de verdade, sinal de unidade, laço de caridade, lembrai-Vos dos inumeráveis ferimentos que recebestes, desde a cabeça até os pés, ao ponto de ficardes dilacerado e coberto pela púrpura do Vosso Sangue adorável. Ó quão grande e universal foi a dor que sofrestes em Vossa Carne virginal por nosso amor! Ó Dulcíssimo JESUS, que poderíeis fazer por nós que não o houvésseis feito? Eu vos suplico, ó meu Salvador, que vos digneis imprimir, com o Vosso Precioso Sangue, todas as Vossas chagas em meu coração, afim de que eu relembre, sem cessar, as Vossas Dores e o Vosso Amor. Que pela fiel lembrança da Vossa Paixão, o fruto dos Vossos Sofrimentos seja renovado em mim, cada dia mais, até que eu me encontre, finalmente, Convosco, que sois o tesouro de todos os bens e a fonte de todas as alegrias. Ó Dulcíssimo JESUS, concedei-me poder gozar de semelhante ventura na vida eterna. Assim seja!

1 Pai Nosso,1 Ave-Maria e 1 Glória

13ª ORAÇÃO

Ó Jesus, fortíssimo Leão, Rei imortal e invencível, lembrai-Vos da dor que vos acabrunhou quando sentistes esgotadas todas as vossas forças, tanto do Coração como do Corpo e inclinastes a cabeça dizendo: “Tudo está consumado!” Por esta angústia e por esta dor, eu Vos suplico, Senhor JESUS, que tenhais piedade de mim, quando soar a minha última hora e minha alma estiver amargurada e o meu espírito cheio de aflição. Assim seja!

1 Pai Nosso, 1 Ave-Maria e 1 Glória

14ª ORAÇÃO

Ó Jesus, Filho Único do Pai, esplendor e imagem da sua substância, lembrai-Vos da humilde recomendação que Lhe dirigistes dizendo: “Meu Pai, em Vossas Mãos entrego o Meu Espírito!” Depois expirastes, estando Vosso Corpo despedaçado, Vosso Coração transpassado e as entranhas da Vossa Misericórdia abertas para nos resgatar. Por esta preciosa morte eu Vos suplico, ó Rei dos Santos, que me deis força e me socorrais, para resistir ao demônio, a carne a ao sangue, afim de que, estando morto(a) para o mundo, eu possa viver somente para Vós. Na hora da morte, recebei, eu Vos peço, minha alma peregrina e exilada que retorna para Vós. Assim seja!

1 Pai Noss, 1 Ave-Maria e 1 Glória

15ª ORAÇÃO

Ó Jesus, vida verdadeira e fecunda, lembrai-Vos da abundante efusão de Sangue, que tão generosamente derramastes de Vosso Sagrado Corpo, assim como a uva é triturada no lagar. Do Vosso lado aberto pela lança de um dos soldados, jorraram Sangue e água, de tal modo que não retivestes uma gota sequer. E, enfim, como um ramalhete de mirra elevado na Cruz, Vossa Carne delicada se aniquilou, feneceu o humor de Vossas entranhas e secou a medula dos Vossos ossos. Por esta tão amarga Paixão e pela efusão de Vosso precioso Sangue, eu vos suplico, ó Bom Jesus, que recebais minha alma quando eu estiver na agonia. Assim seja!

1 Pai Nosso, 1 Ave-Maria e 1 Glória

ORAÇÃO FINAL:

Ó doce Jesus, vulnerai o meu coração, afim de que lágrimas de arrependimento, de compunção e de amor, noite e dia, me sirvam de alimento. Convertei-me inteiramente a Vós. Que o meu coração Vos sirva de perpétua habitação; Que a minha conduta vos seja agradável e que o fim da minha vida seja de tal modo edificante que eu possa ser admitido no Vosso Paraíso, onde, com os vossos Santos, hei de vos louvar para sempre. Amém.

© Copyright 2012 – Rosa Mística – Todos os direitos reservados